Eugenia Morais

Poemas, sentimentos, contos e textos de amor

Textos


Baila comigo, amado meu.
Encanta-me! Arrebata-me!
Conduz-me absortamente,
nessa cálida noite de luar,
ao som do compasso perfeito
dessa apaixonante canção
que o vento segredou-nos.


Baila comigo, amado meu.
Encosta meu rosto ao teu,
segura forte a minha mão,
aperta-me alma e coração
e conduz-me a rodopiar,
a voar até alcançar o zênite
que o átimo alocou-nos.

Baila comigo, amado meu.
Enlaça-me! Abraça-me!
Vem, e azafama-me a dor
aconchegando-a em teu peito,
despertando a minha inspiração
a escrever o mais belo poema de amor,
espalhando versos com os pés
sobre estrelas que dançam czardas 
no chão desse infinito salão!

Baila, baila, baila,
baila sem parar amado meu.
Vem comigo: - Sê meu eterno amigo!
Elege-me a tua bailarina favorita
sua amiga preferida,
e eu farei de ti 
o meu eterno par,
porquanto nessa dança  enredada,
nosso amor eternizará!



 
Eugênia Morais
Enviado por Eugênia Morais em 21/06/2016
Alterado em 23/06/2016
Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras