Eugenia Morais

Poemas, sentimentos, contos e textos de amor

Textos


Descansar no teu colo
e sonhar nos teus abraços,
conforta-me e consola-me!
Saber dos laços que nos envolvem,
ainda que sejam antigos,
fortalece-me e apetece-me.
Já não controlo minha mente,
nem o medo de te perder.
Enxergo em teu olhar
um pedido mudo,
para que eu fique aqui,
eternamente nesse abrigo,
onde me escondo
desde sempre nos seus braços!
Vejo meu medo penetrando
na incerteza da vida.
Tua pureza, me assusta.
Tua eterna permanência,porém,
me encanta!


Até quando existiremos?
Quanto tempo nos resta?
A certeza da morte,
que um dia há de nos separar,
deprime-me, desencoraja-me.
Mas, ainda assim,
chamo teu nome,

clamo teu corpo,
e entrego-te o meu, extasiada.
Ainda nos resta, nessa noite clara,
talvez a última,
à sombra do luar,
luz do momento presente,
um foco esperançoso de luz eterna.

A p r o v e i t é m o - l o,
aquietados, olhos fechados,
distante do mundo,
enroscados num só coração.
É adormecendo nos teus braços,
sob essa luz encantatória,
que anseio permanecer
na eternidade!
Eugênia Morais
Enviado por Eugênia Morais em 25/06/2016
Alterado em 25/06/2016
Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras