Eugenia Morais

Poemas, sentimentos, contos e textos de amor

Textos


Segredos ditos e escutados
ao som do vento,
palavras de amor sussurradas
ao pé do ouvido,
risos, beijos, abraços...

É assim,
todos os dias,
as nossas tardes finitas.


Somos só amor,
infindo,

em mais um dia que se finda,
numa
 tarde que morre,
ante o amor que  em nós,
renasce.

 
E, mais uma vez,
nesse finalzinho de tarde,
eu choro,
desesperadamente,

pois o que mais desejo agora
é morrer no  teu colo, 
antes que nosso amor se extinga!
Eugênia Morais
Enviado por Eugênia Morais em 07/07/2016
Alterado em 09/07/2016
Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras